ERP CIGAM - Verticais de Mercado, Segmentos de Mercado-sistema integrado de gestão

Sistema Integrado de Gestão

Conheça alguns dos casos de sucesso da CIGAM e de sua rede de parceiros em todo o Brasil

A CIGAM explica para você a importância desta ferramenta empresarial e como escolher.

Conheça os módulos que compoem a solução ERP CIGAM

Please reload

Cases de sucesso

 

São Paulo - SP

Projetar instalações, gerenciar obras e executar cálculos estruturais para arrojados projetos arquitetônicos são as especialidades da MHA Engenharia. Diante da necessidade de manter total controle sobre diversos projetos, em execução por várias equipes, adotou o ERP Cigam Software de Gestão.

"Buscávamos um sistema de gestão que atendesse nossa necessidade de administrar projetos simultaneamente por várias pessoas, além de integrar os ambientes financeiros, contábil e de recursos humanos da empresa", afirma Guilherme Neves, gerente de TI da MHA.

Com sede em São Paulo, a MHA atua no mercado nacional desde 1975, e conta com uma equipe especializada em projetos e gerenciamento dos mais complexos empreendimentos na construção civil. De seu portfólio, constam cerca de 1900 obras, que totalizam mais de 16 milhões de m² de área projetada em instalações elétricas, hidráulicas, climatização e cálculo estrutural. Sua atuação é voltada para os setores público e privado, nacional e internacional - em parceria com empresas dos Estados Unidos e Europa.

Porto Alegre - RS

Melhorar os controles administrativos de RH, compras, estoque, financeiro, contábil e fiscal, são alguns dos objetivos da Companhia Riograndense de Mineração (CRM) com a contratação do ERP Cigam. A aquisição se concretizou após os gestores perceberem que as informações estavam muito restritas a determinados setores. “Percebemos que cada setor da CRM detinha suas informações e, muitas vezes eram conflitantes. Vimos que a mesma informação era lançada manualmente por pessoas diferentes em programas distintos, cada um atendendo a um setor, que não se comunicavam entre si. Em alguns aplicativos tinham apenas um funcionário que detinha o conhecimento necessário para tratar a informação. Hoje os dados são lançados apenas uma vez no ERP e está disponível para todos os setores da empresa”, exemplifica Telmo Blanco, coordenador de implantação.
A utilização otimizou processos e rotinas administrativas. “A implantação do ERP nos abrigou a definir melhor nossas rotinas e iniciar a documentação dos processos administrativos. Conseguimos descentralizar o gerenciamento das informações porque as obter está muito mais simples e prático”, diz Blanco. Atualmente a CRM utiliza os módulos de Planejamento Orçamentário, Gestão Financeira, Gestão de Materiais, Orçamento e Verbas, Suprimento/Compras, Gestão de Serviços, Contabilidade, Controle Patrimonial, Engenharia, Planejamento de Materiais, Custo Estrutural, Gestão de Benefícios, Faturamento e Pedidos, Escrita Fiscal, DIRF, Vendas/CRM, Contratos, Logística e Distribuição, Configurador de Produtos, Folha de Pagamento, Frequência e Acesso e módulo PPP.

CRM
A Companhia Riograndense de Mineração, empresa de economia mista controlada pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Brasil, é detentora de grande potencial energético sob a forma de reservas de carvão mineral no local de origem. São cerca de três bilhões de toneladas distribuídas em áreas ainda em fase de pesquisa e áreas com titulação de lavra já consignada pelo órgão regulador federal.Suas unidades mineiras em atividade estão situadas nos municípios de Minas do Leão e Candiota, com exploração a céu aberto.

São Paulo - SP

A Nonus, desenvolvedora de equipamentos para captura e leitura de dados, adquiriu nove módulos do ERP da Rede Cigam. O objetivo é integrar as diversas áreas da empresa e automatizar os processos.

Na empresa, o sistema é utilizado por cerca de 30 usuários.
“O principal benefício conquistado com a implantação do Cigam foi o cumprimento das obrigações fiscais de forma mais simples, além de integrar as áreas de Engenharia e Suprimentos, que não eram atendidas pelo sistema anterior”, conta Marco Antonio Breviglieri, gerente de Produtos da Nonus.
Segundo Breviglieri, a busca por um ERP foi feita para substituir um sistema próprio que estava sendo utilizado há 15 anos. 
“O software anterior já estava obsoleto e era de difícil manutenção. A Nonus possui áreas de Engenharia, Produção, Assistência Técnica, passando por Vendas Diretas, Vendas por Canais de Revenda e Suporte Técnico que precisavam estar integradas para melhor controle”, afirma.
Ainda de acordo com o gerente, os principais desafios do projeto foram com as áreas operacionais da empresa, que precisaram adaptar alguns processos para aproveitar melhor as rotinas que estão prontas no ERP Cigam. 
“Procuramos evitar customizações desnecessárias para reavaliar nossos procedimentos, mantendo a qualidade, o tempo e custo das operações”, conclui. 
O projeto na Nonus envolveu a implantação dos módulos Gestão Financeira, Gestão de Materiais, Faturamento, Suprimento/Compras, Vendas CRM, Gestão de Serviços, PCP – Engenharia, PCP- Controle e PCP Planejamento.
Com mais de 25 anos no mercado, a paulista Nonus nasceu como uma assistência técnica, prestando serviços em leitores de códigos de barras e cheques. Depois, ampliou sua área de atuação e passou a desenvolver e fabricar seus próprios leitores.
Atualmente, além de leitores, a empresa conta com terminais de comunicação, kits para integradores, scanners de documentos e sensores de código de barras.
A Cigam, que alcançou faturamento de R$ 45 milhões em 2013, se tornou uma S.A no final do ano passado. A medida foi adotada em boa parte para facilitar seu crescimento inorgânico nos próximos anos.

Recife - PE

ERP domina Gestão da Fábrica Pernambucana

 

Com a economia aquecida e o mercado da construção civil em expansão, a Squadras, fábrica de esquadrias de Recife (PE), implanta o ERP Cigam para atender as demandas do setor. Segundo Esdras dos Santos, diretor administrativo da Squadras, os módulos mais utilizados são o Gestão Financeira e Escrita Fiscal na área administrativa e o de Contratos e Faturamento e Pedidos pelo setor comercial. Com a aquisição do sistema de gestão a empresa prevê melhor administração. \"Com o Cigam perderemos menos tempo com a administração, com melhor controle do nosso estoque e teremos um trabalho mais dinâmico e eficiente\" destaca o diretor.
Quem apresentou a Cigam à fabrica de esquadrias foi um colaborador que já havia trabalhado com o ERP em outra empresa. \"Além de ter sido indicada por uma pessoa de confiança, a aquisição foi excelente e a implantação está ocorrendo dentro dos prazos e sem problemas\", enfatiza o diretor.

Crescimento

A perspectiva de crescimento da Squadras é de 50% em relação ao ano passado. O diretor da empresa afirma que a capacidade de produção está esgotada. \"Para continuar entregando nossos projetos no prazo já recusamos trabalho. A construção civil em Pernambuco está muito acelerada e também voltamos a exportar\", fala Santos. A Squadras tem muitos clientes em Angola, para onde além de exportar o material, envia funcionários para o acompanhamento das obras. \"Tivemos uma queda na exportação após o início da crise financeira, mas estamos numa recuperação intensa novamente\", afirma Santos.
Voltada principalmente para a construção de prédios empresariais, a fábrica de esquadrias de Recife quer crescer ainda mais com o novo sistema de gestão. \"Nosso controle era basicamente em Excel e não tivemos sucesso com outras empresas de ERP. Mas com o Cigam teremos um domínio muito maior da Squadra\", conclui o diretor.

Pará de Minas - MG

Sediado em Pará de Minas (MG), o Grupo Alterosa – que atua nas áreas de siderurgia, cogeração de energia elétrica, silvicultura, carvoejamento, agricultura e pecuária – escolheu o ERP Cigam para aprimorar e automatizar a gestão e compartilhamento de dados padronizados entre os seus vários departamentos. 
Segundo o Coordenador da integração dos sistemas de informatização do Grupo Alterosa, José Joaquim de Barros, a aquisição do ERP em 2005. “Acabamos de realizar um upgrade, em setembro de 2012, onde o banco de dados foi atualizado, um novo servidor para as aplicações foi implementado e mais licenças foram adquiridas. Os usuários saltaram de 23 para 32”, relata Barros. 
Os módulos contratados pelo Grupo Alterosa são 21: Custo Estrutural, DIRF, Planejamento Orçamentário, Gestão Financeira, Gestão de Materiais, Configurador de Produtos, Suprimentos/Compras, Contabilidade, Controle Patrimonial, Folha de Pagamento, Faturamento e Pedidos, Escrita Fiscal, Gestão Ambiental, Comércio Exterior, Logística e Distribuição, Segurança do Trabalho, Frequência e Acesso, Treinamento e Desenvolvimento, Estratégia de Preços, BI - Gestão do Resultado e Saúde Ocupacional. 
“Hoje, é impossível para o Grupo Alterosa trabalhar sem um eficiente sistema que atenda as frequentes mudanças fiscais, como é o ERP Cigam”, comenta Barros. “O atendimento da Cigam, tem sido bastante próximo e atencioso, acompanhando mudanças fiscais muito frequentes às quais o Grupo Alterosa tem tido que se adaptar rapidamente, como o Sped. Acreditamos na competência e temos observado que quanto melhor a solução fica, melhor ficam os processos na empresa”, encerra o Coordenador.

Curitiba - PR

Sistema coloca a matriz na Suécia em conexão com todas as concessionárias no Brasil

A Volvo do Brasil Veículos, montadora de caminhões, ônibus e autopeças há 24 anos no Brasil e líder nacional no setor de caminhões pesados, adotou o ERP CIGAM 8.i., desenvolvido pela Abyz Informática, software house de Novo Hamburgo, RS, para colocar em prática o seu novo modelo de gestão dos negócios que tem como objetivo integrar as operações de negócios entre as concessionárias no Brasil e a matriz na Suécia.

A Volvo já possuía um sistema global de gestão de concessionárias chamado GDS (Global Dealer System), composto de módulos para o controle de peças, serviço e vendas. Para as atividades administrativas, financeiras, fiscais e contábeis a Volvo definiu o CIGAM para o mercado brasileiro, que deverá ser usado por todas as concessionárias em conjunto com o GDS.

Para que a integração em tempo real entre os sistemas e as informações fossem transparentes aos usuários, foram desenvolvidas interfaces pelas quais as concessionárias pudessem utilizar o GDS para as áreas de negócios e o CIGAM para os processos financeiros e contábeis. "Antes do sistema CIGAM, a rede de concessionárias Volvo utilizava um sistema padrão sem comunicação on-line entre matrizes e filiais e sem consolidação de dados", conta Daniel Rugilo, Analista de Sistemas, responsável pela implantação do projeto. "O novo ERP trouxe mais agilidade aos negócios porque permitiu a padronização das operações de todas as nossas concessionárias e integrações em tempo real entre as bases de dados das concessionárias com as bases de dados corporativas (técnicas e administrativas) da Volvo", comenta. O ERP CIGAM 8i está instalado na matriz na Suécia e roda em servidores AS-400 e NT , sendo os dados armazenados em servidores AS 400 (DB2). Conectando on-line a Volvo com todas as concessionárias no Brasil. A operação dos sistemas é centralizada, visando a redução do custo operacional das concessionárias.

Um dos principais fatores que pesou na escolha do CIGAM entre diversos softwares do mercado nacional e internacional, foi o fato dele ser multiplataforma, característica única, possível graça a ferramenta com a qual ele foi desenvolvido, o MAGIC – RADD (Rapid Application Development and Deployment), o que lhe permite atuar em ambientes cliente/Servidor e Intranet/Internet e rodar em servidores IBM AS/400, Windows NT, Linux, Unix ou iSeries, além de poder acessar os vários bancos de dados do mercado, inclusive os 'codefree' como o PostgresSQL e MySQL. Outras características também foram levadas em conta, segundo Daniel Rugilo, como suportar ambientes multi-empresa e multi-filial, apresentar um bom nível de integração amigável entre os seus componentes e permitir que o fluxo de informações fosse agilizado na concessionária".

Na avaliação do analista, a implementação do CIGAM foi facilitada devido a grande agilidade na customização do CIGAM às necessidades da rede de concessionárias Volvo, cobrindo plenamente as necessidades propostas pelo projeto GDS, trazendo por conseqüência agilidade as concessionárias no controle das unidades (matrizes e filiais), nas informações de negócio e operações como fechamentos contábeis, fiscais e gerenciais.

A solução GDS-CIGAM permitiu, segundo o analista, que outros pontos importantes fossem preconizados pelo novo modelo de gestão proposto, "como a padronização dos processos econômicos e financeiros (implementação de ferramentas padrões, como, por exemplo, plano de conta comum para todas concessionárias), facilitando análises comparativas de desempenho, além de garantir a integração em tempo real entre as bases de dados das concessionárias com as bases de dados corporativas (técnicas e administrativas) da Volvo, fábrica e rede de concessionárias, que obteve um grande beneficio com a implementação do CIGAM, pois todos os processos e indicadores gerenciais foram padronizados, permitindo uma análise e comparação entre os grupos econômicos".

A Volvo do Brasil possui 68 concessionárias no País, pertencentes a 12 grupos econômicos, direcionados à comercialização de caminhões e ônibus. A previsão é de que até o final de 2004 todas essas concessionárias estejam utilizando o CIGAM juntamente com o sistema de gestão - GDS, totalizando cerca de 1.200 usuários no Brasil.

A implantação é efetuada por uma equipe conjunta da Volvo e da ABYZ, tem duração média de 3 meses (1 de treinamento e 2 de acompanhamento) para cada concessionária e o suporte aos usuários pós implementação é prestado pela ABYZ.

São Paulo - SP

A frente do seu tempo, a Korbety, fabricante nacional de aditivos de cor para termoplásticos, se destaca por seu investimento em alta tecnologia, tanto na modernização constante de sua fábrica em São Paulo como em sua plataforma tecnológica inovadora. Prova disso, foi à implementação do software de gestão empresarial (ERP) da Cigam que permitiu à companhia sensível ganhos em produtividade e preparou a empresa para a adoção de notas fiscais eletrônicas NFe e para o SPED - Sistema Público de Escrituração Digital. 

Com mais de 36 anos de atuação no mercado, a Korbety, de capital estritamente nacional, tem em seu portfólio de produtos, mais de 25 mil itens. Seu principal produto é o masterbatch, denominado por ela de “Korbacth”, um concentrado de corantes e pigmentos orgânicos e inorgânicos em forma de grãos utilizados no segmento da indústria de transformação de termoplásticos. Tais como sopro, injeção, extrusão, rotomoldagem, termoformagem e laminação. A sua segunda força são os concentrados de aditivos denominados de “Koradditivies” (deslizantes, anti “UV”, antioxidante entre outros). O seu novo produto, lançado em meados de 2010, é o “Korliquid” um “masterbatch” liquido também utilizado no mesmo segmento de transformação plástica. Todos os seus produtos são desenvolvidos e fabricados seguindo procedimentos técnicos e padrões de qualidade que atendem as legislações vigentes.

Com portfólio de componentes e produtos tão extenso, a gestão da companhia precisava ser eficaz e ágil. Nesse sentido, a Koberty escolheu o ERP da Cigam, adquirindo nove módulos e inicialmente 9 licenças; atualmente o total de licenças são 18 para 27 usuários. O projeto teve seu inicio em Janeiro de 2010 com a implantação de todos os dados necessários (cadastro de matéria primas; engenharias de subprodutos de base, de compostos e de produtos acabados; clientes, fornecedores, transportadoras, prestadores de serviço e etc.) e a capacitação dos usuários. A utilização em regime de produção iniciou em julho do mesmo ano. Portanto, da assinatura do contrato de aquisição em dezembro de 2009 e o inicio da plena utilização do ERP da Cigam se passaram apenas seis.

De acordo com Omar Longhi, Gerente de Controladoria da Korbety, a plataforma permitiu a integração de dados de diferentes áreas da companhia e preparou a empresa para a emissão de notas fiscais eletrônicas NFe e para o Sped. “Com aproximadamente 30 mil itens em condições de produção, temos que ter informações exatas e atualizadas. Ainda, passamos a emitir NFe do dia para a noite e adotamos o SPED com grande facilidade. Só conseguimos isso devido a facilidade e a transparência das informações de controle de estoque, financeiras e contábeis”, comemora Longhi.

Ao todo, estão rodando nove módulos, entre os quais estão: o de Gestão Financeira; Faturamento e Pedidos; Gestão de Materiais; Suprimentos e Compras; Gestão de Serviços; Engenharia; Planejamento de Materiais; Controle de Produção e Escrita Fiscal.

Sobre o futuro, Longhi antecipa que tem planos de prover mobilidade para as equipes de vendas e de apoio técnico e já prevê a adoção do Cigam Mobile – que permite acesso às informações corporativas em dispositivos móveis. “Sei da importância em disponibilizar mobilidade aos nossos executivos, mas tenho planos prioritários de curto prazo com a virtualização dos servidores”, afirma o Gerente.

Santa Rita do Sapucaí - MG

Localizada no Sul de Minas Gerais, na cidade de Santa Rita do Sapucaí, a Cirvale, produtora de placas de circuito impresso, adotou o ERP Cigam a fim de agilizar seus processos e tomada de decisão. No mercado há 25 anos, a empresa atende a diversos segmentos, como indústria de automação, eletroeletrônica, eletromedicina, telecom e automobilística. 

As placas desenvolvidas pela empresa podem ser encontradas em televisores, automóveis, micro-ondas, máquinas de lavar roupa, jogos eletrônicos, entre outros produtos. 

Segundo Rafael de Oliveira, analista de Informática da Cirvale, o software da Cigam atende bem a todas as demandas da companhia. “O ERP Cigam trouxe agilidade e alto desempenho aos nossos processos, principalmente, na área Fiscal. Temos um grande volume de emissão de notas fiscais e o Cigam nos auxilia muito, pois com todo o processo integrado e automatizado, ganhamos tempo para atender outras demandas e ainda reduzimos os índices de erros”, explica.

O projeto na Cirvale conta com 19 módulos para cerca de 20 usuários, são eles: Orçamento e Verbas; Gestão financeira; DIRF; Vendas/CRM; Faturamento e Pedidos; Logística e Distribuição; Gestão de Materiais; Configurador de Produtos; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Contabilidade; Controle Patrimonial; Contratos; Gestão de Serviços; Custo Estrutural; Estratégia de Preços; Engenharia; Controle de Produção; e Planejamento de Materiais – MRP.


Sobre a Cirvale
A Cirvale é uma indústria brasileira que se dedica a fabricação de placa de circuito impresso profissional, especializada em circuito face simples, dupla face e multilayer (multicamadas).
A empresa atende vários segmentos do mercado como: telecom, automobilístico, automação industrial, aeroespacial, eletromedicina, entre outras. 
Há 25 anos no mercado, a Cirvale investe em máquinas de alta tecnologia, equipamentos de alta definição, tanto para agilizar o processo, quanto para obter uma melhor qualidade no produto. 

Diadema - SP

A OWA do Brasil, fabricante, importador e distribuidor de forros e revestimentos acústicos, adquiriu a solução de ERP Cigam para a gestão de seus processos. A implementação do software preparou a empresa para atender as leis fiscais e tributárias, além de permitir agilidade no acesso às informações e integração das diversas áreas. 

De acordo com Júlio César Oaks, analista contábil da OWA, o sistema anterior não atendia a área fiscal, então surgiu à necessidade de buscar um software confiável e de qualidade. “Em uma das auditorias internas da empresa, identificamos uma série de erros fiscais e valores inexatos. Tentamos ajustar o sistema, mas percebemos que era uma limitação do software que utilizávamos, a partir disso, iniciamos uma busca por um ERP que acabasse com esse problema. A Cigam se destacou pela confiabilidade do sistema e credibilidade, esses fatores foram determinantes para concluirmos a aquisição do software.”, finaliza Oaks.

Para Oaks, outro fator que fez a Cigam ganhar destaque foi a agilidade do sistema para concluir um projeto acordado. “A implementação do projeto durou entre 3 e 4 meses, nesse curto período percebemos o ganho que tivemos na qualidade fiscal. Comparando o ERP Cigam ao sistema anterior, podemos dizer que não temos mais preocupações. O conteúdo de informação é excelente e de fácil acesso, qualquer informação que precisamos nós temos de forma rápida e concisa, o banco de dados trabalha muito bem”, conclui. 

Nos planos futuros, a companhia prevê a contratação de novos módulos do ERP Cigam, um deles é o módulo de Folha de Pagamento.

No total, a OWA do Brasil adquiriu 12 módulos: Gestão Financeira; Gestão de Materiais; Faturamento/Pedidos; Vendas/ CRM; Configurados de Produto; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Contabilidade; Controle Patrimonial; Engenharia; Planejamento de Materiais; Controle de Produção.

Jaborandi - BA

Produtora de laticínio esta satisfeita com ERP Cigam


A Leite Verde S/A, produtora do leite UHT integral marca Leitíssimo é nova parceira da Cigam.

 

Localizada em Jaborandi, interior da Bahia, a fazenda Leitíssimo, que produz cerca de 35 mil litros ao ano por hectare do leite que leva o mesmo nome, sentiu a necessidade de um sistema de gestão mais completo e encontrou na internet a Cigam com sua unidade em Brasília,que apresentou o melhor custo benefício.

 

“Pesquisamos bastante, conhecemos outras empresas, mas a Cigam mostrou o melhor produto, capaz de atender a todas as nossas necessidades”, afirma Fábio Ribeiro, Controller da Leite de Verde S/A.


As empresas têm em comum a preocupação com o ambiente. O projeto Cigam Eco planta dez árvores a cada novo cliente. Já a fazenda Leitíssimo, tem várias iniciativas paralelas, como não usar pesticidas e antibióticos, produzindo assim, leite mais puro.

 

A fazenda garante, também, casa e escola para os funcionários e suas famílias.


O sistema ERP Cigam está funcionando desde o início do ano e já conquistou o cliente. “O produto da Cigam é completo e integrado, utilizamos desde o módulo de produção até o de Recursos Humanos. Constatamos que já temos controle maior de toda a empresa e isso é fundamental para nosso crescimento”, acrescenta Fábio.

São Paulo-SP

A Eurostar, empresa especializada em produtos gráficos e comunicação visual, implementou 17 módulos do ERP da Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, BPM, RH, Mobile e BI), e conquistou integração dos seus departamentos, melhorias no controle e administração dos processos e rapidez nas tarefas para atender as obrigações legais. O projeto envolveu a aquisição de licenças para 47 usuários. 

Para o gerente de TI da Eurostar, Fabio Rogerio Barros, a solução da Cigam traz mais competitividade às empresas, pois permite a padronização dos processos, reduzindo o tempo de das etapas e, por consequência, redução significativa dos custos da produção. “Na medida em que fomos implantando os módulos do ERP Cigam percebemos que vários processos internos deveriam ser padronizados para que facilitasse o controle dos mesmos pelo ERP. Com um retorno assertivo e eficaz da solução, a empresa melhorou sua competitividade no mercado, pois o controle dos processos traz uma redução significativa no custo da produção, que pode ser repassado ao cliente final, gerando melhores resultados”, explica.

Entre outros benefícios trazidos pelo ERP Cigam, Barros destaca: facilidade e agilidade para atender as obrigações legais, integração dos departamentos, melhorias na administração dos processos, maior controle das áreas de produção, logística e distribuição.

De acordo com o gerente, a escolha pelo ERP Cigam foi motivada pela parte técnica e por ser uma solução com tecnologia de desenvolvimento inovadora. “A solução da Cigam é inovadora diante de outros players do mercado, que ainda carregam heranças de soluções antigas e métodos de desenvolvimento conservadores. Outro ponto que motivou a escolha foi o tempo de implantação da ferramenta que, mesmo com mudanças internas imprescindíveis, não houve parada na produção, pois outra qualidade da solução é a sua flexibilidade. O Cigam não “engessa” a empresa, como é de costume ocorrer na adoção de um software de gestão”, ressalta. 
O projeto na Eurostar contou com a implementação dos módulos: gestão financeira; faturamento e pedidos; logística e distribuição (expedição); gestão de materiais; suprimentos/compras; contratos; engenharia; planejamento de materiais; controle de produção; manutenção industrial; escrita fiscal; vendas/CRM; estratégia de preços; workflow; gestão de lojas – ECF/crediário; pedidos web; configurador de produtos.

Cuiabá - MT

Fundada há 19 anos em Cuiabá (MT), a Eletro Fios é uma fornecedora de material elétrico que recentemente ampliou a oferta para produtos hidráulicos. Tradicional varejista que atende empresas e consumidores domésticos de todo o Estado do Mato Grosso, a empresa se ressentia da falta de informações mais detalhadas para a gestão dos resultados. Isso motivou a busca por uma tecnologia que possibilitasse analisar de forma mais específica as vendas, o perfil dos profissionais, fornecedores e clientes e que fornecesse uma visão integrada do desempenho da empresa para tornar a tomada de decisão mais rápida. Depois de analisar mais de 20 ferramentas de mercado, a Eletro Fios identificou no ERP Cigam a solução ideal para esta demanda.

“Usávamos um software que nos atendia em tarefas elementares. Com a implementação do ERP Cigam, conseguimos automatizar mais rotinas da retaguarda da empresa, por exemplo, no departamento Financeiro e Logística, além de alcançar um nível de precisão e detalhamento de informações estratégicas que não possuíamos antes, como poder interpretar os dados de uma venda específica no resultado de todo um mês”, conta o diretor Comercial da Eletro Fios, Tiago Zompero Pazini. 

A migração transcorreu sem conflitos entre os dados trazidos da antiga ferramenta para o ERP Cigam. “A equipe da Cigam esteve muito próxima, atenta às necessidades dos usuários. As customizações foram atendidas de forma muito rápida, em até quatro dias. A pequena resistência cultural foi rapidamente superada, ao longo do treinamento”, conta Pazini. 

A atualização tecnológica trouxe benefícios diretos em um curto período para o negócio da Eletro Fios. “Em apenas quatro meses, já identificamos ganhos: mais agilidade para interpretar a preferência dos consumidores, nos abastecer com os produtos desejados e oferecer preços e condições adequadas para atendê-los e fidelizá-los”, finaliza o executivo.

A aquisição da solução de ERP Cigam aconteceu por meio da unidade CIGAM CLM, em junho de 2011. Foram adquiridos 11 módulos: Gestão Financeira, Vendas/CRM, Configurador de Produtos, Gestão de Materiais, Faturamento e Pedidos, Suprimentos/Compras, Escrita Fiscal, Estratégia de Preços, Gestão de Lojas, Planejamento de Materiais e Gestão de Resultado. Inicialmente, eram 20 licenças. Hoje, já são 30 em uso. E para acompanhar o crescimento da empresa, a Eletro Fios pretende adquirir outras funcionalidades do ERP Cigam - RH, BI - Indicadores e Mobile - e saltar para 50 usuários no início de 2013. 

Sobre a Eletro Fios

A Eletro Fios é uma empresa especializada em Materiais Elétricos e Hidraúlicos inaugurada em 1993. em Cuiabá, Mato Grosso. O foco no cliente esta presente desde o início das atividades, como produtos de alto padrão de qualidade, visando sempre o atendimento das necessidades e interesses dos consumidores. Estes aspectos fazem da Eletro Fios uma das melhores empresas do segmento em Mato Grosso, reconhecida pelos consumidores como a empresa mais lembrada no Segmento de Materiais Elétricos do Estado de Mato Grosso pelo quarto ano consecutivo no Prêmio Top of Mind 

Passo Fundo - RS

A Indústria de equipamentos eletrônicos Agral, sediada em Passo Fundo realizou a implantação do ERP Cigam para alocação de dados da empresa, conquistando assim a otimização do processo de tomada de decisões: “A maior vantagem é a padronização e sua transparência. Anteriormente, todos os processos da Agral eram realizados de forma autônoma e pessoal, o que tornava necessário o envio de relatórios por e-mail, ligações e a visita até os outros departamentos da empresa a fim de obter as informações pertinentes ao que se estava analisando”, exemplifica Henrique Langa, Gerente Administrativo da Agral. O gestor destaca, ainda, o diferencial de software que une desde o processo de fabricação até o pós-venda.
A aquisição conta com os módulos: Gestão Financeira, Vendas/CRM, Faturamento e Pedidos, Gestão de Materiais, Suprimentos/Compras, Escrita Fiscal, Engenharia, Planejamento de Materiais, Controle de Produção, Configurador de Produtos e Gestão de Serviços.

Destaque Fiscal e de Planejamento e Controle de Produção Com a obrigatoriedade legal do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), a Agral decidiu facilitar a criação do arquivo de forma correta e rápida. Após toda a checagem dos requisitos que se referem ao fisco das operações, foi possível a geração do arquivo nos padrões da Receita Federal e a consequente validação do mesmo no software governamental. “Agora é possível uma melhor análise de toda a carga tributária incidente operações da empresa, proporcionando um ajuste fino no gerenciamento tributário da Agral e auxiliando na elisão fiscal, com adequações que a direção julgar pertinente para o melhor desempenho da empresa”, define Langa.
Já o Planejamento e Controle de Produção, possibilita o melhor planejamento de matérias primas. Por ter vários componentes importados nos seus produtos, a Agral sofre com a burocracia e lentidão no processo de importação de alguns itens, o que afeta diretamente o desempenho da produção da empresa. A solução para essa demora excessiva foi a realização da engenharia dos produtos, tornando possível a antecipação qualquer demanda por determinado componente (importado ou não) com o intuito de prever sua falta e fazer com a produção fique sempre operando, tendo suas necessidades de insumos atendidas e nos prazos requeridos. Ao saber da possível falta de determinado insumo, o departamento de comércio exterior pode iniciar todo o trâmite para realizar as importações necessárias e com as datas devidamente planejadas.

Agral
A Agral iniciou suas atividades em 2004, em Passo Fundo e tem como sócios Leandro Bonfante e Juliano Lima. A empresa desenvolve pesquisas de equipamentos eletrônicos, que aumentem a qualidade, a produtividade e rendimento dos implementos agrícolas e diminuem os esforços humanos. Desde sua fundação preza pela qualidade de seus produtos, que passam por uma rigorosa seleção, com a equipe de profissionais, que buscam constantemente a sua melhoria e desenvolvimento de novos equipamentos nas áreas agrícola, automotiva e industrial. A empresa conta com 21 colaboradores Os produtos Agral são desenvolvidos com o conceito da agricultura de precisão, cujo objetivo consiste em aumentar a qualidade e eficiência dos equipamentos agrícolas. A agricultura de precisão não consiste simplesmente na habilidade em aplicar tratamentos que variam de local para local, mas também na habilidade em monitorar e acessar a atividade agrícola. Evitando desperdícios de insumos, produtos, área de cultivo e maquinários.

Tamboré - SP

Sediada em São Paulo (SP), a Modefer – indústria metalúrgica de linha pesada,– escolheu o ERP Cigam para integrar todos os seus processos de gestão e compartilhamento de dados entre os departamentos da empresa. Atuante no Brasil e alguns países do Mercosul, a companhia está em fase de expansão e decidiu buscar um ERP que atendesse a demanda atual da empresa.

Segundo o Gerente da Modefer, Rosilvaldo Vicente Ribeiro, a aquisição do ERP se deu pela necessidade de integração das informações dentro da empresa. “Tínhamos um software que não era integrado e por consequência não atendia nossa demanda, procuramos em algumas empresas do mercado uma solução que integrasse todos os processos da empresa, então conhecemos a Cigam. A agilidade das informações e o controle ofertados pela solução, nos fez adquirir o ERP. Além disso, o atendimento da equipe Cigam foi excelente”, finaliza Ribeiro. 

A Modefer adquiriu 11 módulos: Gestão Financeira; Vendas/CRM; Faturamento e Pedidos; Gestão de Materiais; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Gestão de Serviços; Engenharia; Planejamento de Materiais; Controle de Produção; Workflow. 

Luanda - Angola

Formado pelo Centro Cardiovascular CentroVita e a rede educacional de graduação e pós-graduação Aliança, o grupo angolano adotou os módulos Gestão de Serviços, Gestão Financeira, Estoque, Gestão Fiscal e Contábil e Gestão de Contratos, além de módulos específicos para operação e gerenciamento das áreas clínica e educacional.

 

O projeto foi iniciado pelo Centro Cardiovascular. A implantação está em andamento, mas os benefícios já começam a ser sentidos. De acordo com Alexandre Lôbo, diretor Técnico do CentroVita, o principal ganho será a integração da gestão de operações e locais distintos em um único sistema, já que o Centro Cardiovascular fica na província de Luanda e a Aliança na de Lobito.

 

“Antes, usávamos um pequeno ERP local para administração do Centro Cardiovascular CentroVita, ao qual estudamos anexar dois outros sistemas: um para gestão de laboratórios e outro para gestão da clínica. Porém, percebemos que isso geraria muita complexidade e decidimos ir a mercado buscar uma solução completa. Foi quando encontramos o Cigam, que nos permite integrar a gestão de todas as nossas áreas em uma mesma base, o que traz confiabilidade aos dados gerados e agilidade às nossas operações”, ressalta Lobo.

 

Integrado à versão móvel, o Cigam também trouxe este benefício ao grupo angolano. “Com isso, podemos acessar o ERP de qualquer lugar, a qualquer hora, e mesmo à distância analisar relatórios, números, indicadores, fazer a gestão do Grupo e tomar decisões assertivas”, acrescenta o diretor.

 

Além disso, Lobo destaca que centralizar a gestão das empresas do grupo traz ganhos operacionais, já que permite capacitar os times de usuários e de TI para operação do sistema apenas uma vez. Com isso, a curva de aprendizado da equipe é mais rápida, segundo o gestor.  

 

Tanto que a implantação do ERP Cigam deve ocorrer paralelamente no Centro Cardiovascular CentroVita, onde já vem sendo realizada em conjunto pela Cigam e a equipe de TI do cliente, quanto na instituição de graduação e pós-graduação Aliança, na qual o projeto iniciará em alguns meses.

 

“Nossa ideia é, com o know how adquirido na implantação realizada no CentroVita, iniciar o projeto na Aliança, conduzindo ambas conjuntamente”, comenta Lobo.

Brasília - DF

A Carplac, líder no segmento de comunicação visual em Brasília, adquiriu a solução de ERP Cigam para a gestão de seus processos. Presente no mercado há 33 anos é especializada em acrílicos, placas de sinalização e processador Premium de Corian, a empresa utilizava um sistema próprio para o controle de suas atividades. No entanto, devido às exigências da SEFAZ para emissão de notas fiscais, foi necessária a aquisição de um sistema que atendesse às novas necessidades da Carplac. Atualmente, 16 usuários utilizam a ferramenta da Cigam. 
De acordo com Sandra Lucas, gerente de planejamento da Carplac, a escolha da Cigam para fornecimento da solução de Gestão Empresarial foi simples. “Buscamos algumas empresas no mercado, mas só a Cigam atendia todas as nossas necessidades na parte de produção. Esperamos ganhar mais tempo evitando retrabalho, uma vez que o sistema é totalmente integrado.”, comenta Sandra.
No total, foram adquiridos 10 módulos: Gestão Financeira; Gestão de Materiais; Faturamento/Pedidos; Configurador de Produtos; Vendas/ CRM; Escrita Fiscal; Suprimentos/Compras; Contabilidade; Gestão de Serviços e BI – Gestão do Resultado.

Sapiranga - RS

A Cooperhab – Cooperativa Habitacional 12 de Fevereiro, localizada no Rio Grande do Sul, investiu R$ 60 mil no ERP Cigam para gerenciamento dos seus processos. A solução trouxe agilidade às rotinas administrativas, aumento da produtividade da equipe e permitiu customizações para atender de forma singular o negócio da companhia.

Para o coordenador da Cooperhab, Clausemir Fredrich, a solução da Cigam se destaca por permitir customizações. “Entre os sistemas que analisamos, o ERP da Cigam foi o único que se adequou totalmente a nossa realidade e que permitiu as alterações que necessitávamos para melhor atender as demandas da cooperativa”, afirma.

Segundo Fledrich, o ERP Cigam trouxe muitos benefícios, principalmente, para a área Financeira da cooperativa. “Por sermos uma cooperativa a prestação de contas é ainda mais exigente, precisamos mostrar onde cada centavo foi gasto e apresentar todas as notas fiscais das despesas. Antes do ERP, demandávamos muito tempo nesse processo, pois era realizado de forma manual por três pessoas da equipe. Atualmente, todo esse processo está automatizado e é conduzido por apenas um colaborador. O Cigam trouxe agilidade à rotina da empresa, pois seu sistema permite criar e organizar uma rotina de trabalho”, explica.

A implementação da ferramenta, composta por oito módulos, foi conduzida pela equipe da unidade Cigam Coorporativa, que buscou amenizar os impactos da mudança de cultura na empresa com a chegada do novo software. “Essa parceria com a Cigam e a experiência com o seu ERP está sendo muito satisfatória, temos planos para ampliação do projeto para uma filial”, ressalta Fledrich.

Os módulos implantados na Cooperhab são: Gestão Financeira, Vendas/CRM, Gestão de Materiais, Suprimentos/Compras, Escrita Fiscal, Contratos, Faturamento e Pedidos, Contabilidade.

Três Lagoas - MS

Atuante no segmento automotivo, a Gurgel, especializada em veículos para o trabalho, adotou o ERP Cigam para gerenciamento e integração das áreas da empresa. Com a solução, a companhia conquistou o controle dos processos, produtividade e melhor interação entre os colaboradores. 

De acordo com Paulo Medeiros, Diretor de Operações da Gurgel, a empresa utilizava uma solução que não era integrada. “Com a demanda do setor produtivo, sentimos a necessidade de implementar uma ferramenta integrada, que conseguisse fazer a gestão da empresa de forma centralizada. Optamos pelo ERP da Cigam por atender todas as nossas necessidades, entre os benefícios conquistados, destacamos a produtividade e melhor interação entre os 23 usuários”, afirma.

O projeto na Gurgel Motores envolveu a implantação dos módulos: orçamento e verbas; gestão financeira; DIRF; vendas/CRM; faturamento e pedidos; logística e distribuição (expedição); gestão de materiais; suprimentos/compras; escrita fiscal; contabilidade; controle patrimonial; contratos; gestão de serviços; custo estrutural; estratégia de preços; engenharia; planejamento de materiais; controle de produção; workflow; folha de pagamento; gestão de benefícios; jurídico; frequência e acesso; configurador de produtos; BI - gestão do resultado.

Recife - PE

Atuante desde 1957, a Fri-Sabor, tradicional produtora e fornecedora de sorvetes em Pernambuco, adotou a solução de ERP (Enterprise Resources Planning) da Cigam a fim de gerenciar a produção da indústria de sorvetes e distribuição nas 14 lojas do grupo. O projeto da companhia, que comercializa seus produtos no Varejo e Atacado, envolveu a implementação de 18 módulos e 20 licenças para usuários. 

Antes da solução da Cigam, a empresa possuía apenas um sistema para controle das vendas nas lojas, a unidade fabril não tinha nenhum ERP completo. “Após a compra da Fri-Sabor pelo grupo Grupo Petribú e a construção da nova fábrica - aumentando a capacidade de produção para 200 mil litros de sorvete mês - decidimos centralizar a gestão das unidades na matriz da empresa e adotar um software com recursos mais modernos, que permitisse controle e fácil acesso às informações.”, explica Paulo Fernando de Araujo, gerente de Controladoria da Fri-Sabor. 

De acordo com o executivo, erros cometidos com ferramentas anteriores contaram de forma positiva para a implementação do ERP Cigam na companhia. “A experiência e erros com sistemas anteriores contribuem para o aprendizado na hora de planejar e adquirir um novo software de gestão. Conseguimos passar as nossas necessidades para a equipe da Cigam, permitindo que utilizássemos da melhor forma todos os recursos que a ferramenta disponibiliza, facilitando o acesso às informações e as atividades de todos os departamentos da empresa”, afirma. 

O projeto na Fri-Sabor contou com os seguintes módulos do ERP Cigam: Orçamento e Verbas; Gestão Financeira; DIRF; Vendas/CRM; Faturamento e Pedidos; Logística e Distribuição (Expedição); Gestão de Materiais; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Contabilidade; Controle Patrimonial; Engenharia; Planejamento de Materiais; Controle de Produção; Folha de Pagamento; Frequência e Acesso e Pedidos Web.

Porto Alegre - RS

A Dado Bier, rede de restaurantes e primeira microcervejaria do Brasil, adquiriu a solução de ERP Cigam para a gestão de seus processos. A busca pelo software se deu após o planejamento estratégico realizado na empresa, parte dessa estratégia foi investir na gestão empresarial. Atualmente, 15 usuários utilizam a ferramenta da Cigam.

De acordo com Daniel Santoro, sócio-diretor da Dado Bier, alguns pontos importantes foram estabelecidos na escolha do ERP. “Especificidades no controle de estoques e homologações para efeitos fiscais, confiabilidade do sistema, custo de implementação e credibilidade do fornecedor, foram fatores analisados com critério para concluirmos a aquisição do software. Com o ERP Cigam, adquirimos base única de dados, evitando retrabalhos; fácil acesso às informações, auxiliando na tomada de decisão e facilidade na coleta de dados para auditorias internas e externas”, finaliza Santoro.

Para Santoro, a Cigam ganhou destaque pela confiabilidade que o sistema oferecia. “Trata-se de um software robusto, que apresenta poucas inconsistências e gera confiança aos gestores e operadores”, conclui. Nos planos futuros, a companhia prevê a abertura de novas unidades, inclusive, em outros estados e a contratação de novos módulos do ERP Cigam.

No total, a Dado Bier adquiriu 16 módulos: Gestão Financeira; Gestão de Materiais; Faturamento/Pedidos; Suprimentos/Compras; Escrita Fiscal; Contabilidade; Controle Patrimonial; DIRF; Orçamentos e Verbas; Custo Estrutural; Estratégia de Preços; Engenharia; Planejamento de Materiais; Controle de Produção; Workflow e BI – Gestão do Resultado.

São Paulo - SP

A JR Solutions, empresa especializada em automação industrial e drives com sede em São Paulo (SP), integrou seus sistemas para gerência de seus negócios com o ERP da Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI). Com isso, a companhia automatizou seus processos, ganhando agilidade e sinergia entre suas diversas áreas.

A companhia, que atua há mais de 10 anos no mercado, adotou os módulos Gestão Financeira, Gestão de Materiais, Faturamento, Suprimentos e Compras, Escrita Fiscal, Vendas CRM e Gestão de Serviços. Segundo o responsável pelo setor de Vendas & Engenharia de Aplicações da JR Solutions, Esdras Lopes Cardoso, a companhia tinha dificuldades com o seu sistema anterior, que não emitia Notas Fiscais atendendo as classificações de serviços da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

“Corríamos o risco de cadastrar os dados com o NCM incorreto, podendo criar orçamentos com as tributações zeradas para os clientes, sem nem ao menos notarmos. Com o ERP da Cigam, todos os módulos que garantem essa conformidade são integrados e a navegação por camadas facilita durante o cadastramento ou pesquisa de algum produto, item ou empresa”, afirma Cardoso.

Ainda segundo Cardoso, a ferramenta da Cigam, dentre as disponíveis no mercado, se apresentou como o que melhor atendia as demandas e ao fluxo intenso de trabalho da companhia, tendo o melhor custo benefício.

A empresa desenvolve soluções para Análise de Rede Profibus, Assistência Técnica, Engenharia de Projetos, Hardware de Automação, Painéis Elétricos, Redes Industriais, além de Reparos e Restauração de IHM.

De acordo com Amanda Rodrigues, usuária da solução que trabalha no Departamento de Vendas da companhia, o principal desafio ainda está sendo a ambientação com o produto, mas a equipe da Cigam está sempre disponível para auxílio.

“É normal este período de adaptação à nova plataforma. Mas já podemos notar que é um sistema inteligente e integrado. Os filtros de pesquisas podem ser realizados por qualquer campo, o que facilita e economiza o tempo de procura por dados necessários”, avalia Amanda.

Porto Alegre - RS, Rio de Janeiro - RJ, Manaus - AM

O Grupo Cortel, líder do segmento de cemitérios e crematórios do País e entre os 5 principais players do setor na América Latina, acaba de contratar o sistema da Rede Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI). Para atender ao nicho muito específico de atuação do cliente, a Cigam inovou sua ferramenta e está desenvolvendo funcionalidades exclusivamente para as demandas da Cortel. 

Com mais de 50 anos de mercado e 470 funcionários distribuídos em 8 empreendimentos no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Amazonas, o Grupo Cortel precisava de um software de gestão integrado com BackOffice e Front Office, porém as soluções de mercado não atendiam a suas necessidades específicas. Especialmente no que se refere a melhorias na Controladoria e Business Inteligence, explica o CIO da empresa, Jean Xavier.

"Este projeto é um dos pilares para garantir a continuidade do sucesso da nova estratégia de tecnologia adotada pelo Grupo Cortel desde 2014. Em uma ação tão importante quanta esta, tivemos um longo processo começando com um RFI, passando por uma RFP e Prova de Conceito, onde todas as áreas puderam participar, avaliar e decidir de maneira conjunta", afirma Xavier. 

Segundo o gerente de Projetos da Rede Cigam, Vagner Luis da Silva, dentro das alterações criadas estão agregadas as funcionalidades "Atendimento Imediato" (quando a família/pessoa enlutada faz contato com algum dos empreendimentos da Cortel para contratar serviços e encaminhar o sepultamento ou cremação de forma imediata) e "Venda previdenciária" (quando a família/pessoa faz contato com a Cortel para aquisição de serviços de forma antecipada, programando-se para eventos futuros). 

AS NOVAS FUNCIONALIDADES CRIADAS PELA CIGAM
As novas funcionalidades ainda auxiliam no Gerenciamento Financeiro, CRM de Vendas, CRM de Cobrança e na Administração de Contratos. Além disso, realiza o gerenciamento de Alocação de Pessoas e Recursos dos empreendimentos que gera automaticamente Ordens de Serviços e faz o controle de locação de salas/capelas, recursos materiais para as salas/capelas, equipe de serviços para preparação das salas/capelas para os atendimentos imediatos e para o acolhimento das famílias.

"Os diferenciais destas funcionalidades certamente estarão concentrados nas novas interfaces, as quais devem promover mais agilidade de processo, telas amigáveis para os usuários e simplicidade na utilização, sem deixar de atender à segurança e integridade dos dados e processos internos da empresa", destaca Silva.

Para o CIO do Grupo Cortel, baseado nos resultados de avalição durante o processo de RFP, a facilidade de uso do ERP CIGAM, com uma interface simples e amigável, tradição no mercado, uma carteira vasta de clientes e com um alto nível de retenção, no que diz respeito ao BackOffice, além do comprometimento CIGAM em construir uma solução de Front Office para o segmento, foram fatores decisivos para a tomada de decisão. "Agora temos um grande desafio pela frente, garantindo que todas as etapas em tempo de projeto sejam bem-sucedidas.", afirma Xavier. O Projeto conta com uma equipe de 50 profissionais envolvidos, seguindo as melhores práticas de gestão de projetos e devidamente amparados pelo PMO do Grupo. 

O projeto segue em andamento, com fases de desenvolvimento e implantação previstas até novembro de 2016. 

São Paulo - SP

A DKS Barras Anti Pânico adotou o ERP da Rede Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI), para ajudar no projeto de expansão da companhia e aumentar a produtividade de suas operações. 

Fundada em 2007, a DKS atua na produção de barras anti pânico, sendo a única empresa do mercado certificada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a confecção de barras anti pânico (NBR-11785). Contando com cerca de 120 funcionários, a DKS também produz fechaduras, portas corta-fogo e molas aéreas.

Os módulos contratados pela companhia foram: Gestão Financeira; Gestão de Materiais; Configurador; Faturamento; Suprimentos & Compras; Escrita Fiscal; Gestão Fiscal Municipal; Vendas & CRM; Logística e Distribuição; Gestão de Serviços; Estratégia de Preços; Gestão de Resultados; BI-CIGAM; Engenharia; Planejamento; Controle da Produção; Workflow; Gestão de Benefícios; Frequência e Ponto.

Segundo o diretor de Projetos e Tecnologia, Fabio Oliveira, a empresa vivia um cenário de eminentes gargalos nos controles, produção, limitação operacional e gerencial, que estavam atrapalhando o desempenho da DKS. Com o ERP Cigam, a empresa quer otimizar seus processos internos visando a expansão de seus negócios.

“Estamos com grandes expectativas. Escolhemos a Cigam por ser uma empresa referência no mercado de softwares de gestão e que, além de desenvolver uma ferramenta que tem como foco o aumento de produtividade, possui um dashboard amigável e que será um grande parceiro para o controle de nosso fluxo de caixa”, afirma Oliveira

Rede Volvo adota novos módulos do ERP da Cigam

Curitiba - PR

A rede de concessionárias Volvo Caminhões ligadas à Abravo (Associação Brasileira dos Distribuidores Volvo) adotou nove novos módulos do ERP Cigam. As revendas, que já utilizavam a ferramenta da provedora, também atualizaram a base de sistema para a versão mais recente.

 

As ferramentas adquiridos incluem Business Inteligence (BI), Gestão de Resultados, Gestão Fiscal Municipal, CRM, Recebimento e Pré-Nota, XPI (para integração, monitoramento e automatização de processos de negócio), Controle de Alçadas e Soluções Mobile.

 

O software ganhou, ainda, integração com tecnologias usadas pelas concessionárias internacionais da marca e à solução de gestão que roda na matriz da montadora na Suécia.

Hoje, a rede de concessionárias Volvo utiliza o Cigam hospedado em servidores na Europa. O novo projeto prevê também a transferência das instalações das máquinas para o Brasil.

A mudança no ambiente de infraestrutura é classificada como "delicada". Porém, a expectativa é que o movimento gere um conjunto de benefícios em gestão, performance, agilidade, e autonomia para as demandas do cliente.

São Paulo - SP

Às voltas constantemente com problemas com software de gestão criado internamente – que apresentava diversos erros, incluindo limitação na questão de relatórios e uma base de dados obsoleta – foi a motivação que fez a Mondialle – fabricante de banheiras de hidromassagem em fibra e acrílico – decidir por adquirir um software de gestão empresarial para aprimorar e tornar mais ágil o processo de tomada de decisões.

Após muita pesquisa no mercado, a empresa optou pela ferramenta da Rede Cigam. O objetivo foi também tornar as operações mais eficientes e eficazes, demandando menos tempo e trabalho nas rotinas operacionais, e aumentar a produtividade da Mondialle, que faturou R$ 32 milhões no ano passado.

 

O gerente de suprimentos da companhia, Danilo Martim Melloni, explica que o processo anterior, com software caseiro, além de lento vivia apresentando problemas.

“Foi após o sistema antigo apresentar um rompimento na base de dados, onde informações de dois meses foram perdidas, que assinamos o contrato com a Cigam. Outro ponto é que não possuíamos condições de controlar o Bloco K, visto que nosso grupo conta com atualmente oito empresas, e precisávamos de uma solução melhor, mais eficaz", explica.

Segundo Melloni, a solução foi a que mais se encaixou para atender as demandas da empresa. Ele explica que foram adquiridos pela Mondialle 13 módulos do sistema: gestão financeira, gestão de materiais, configurador, faturamento, suprimentos e compras, escrita fiscal, gestão fiscal municipal, vendas e CRM, gestão de serviços, PCP-engenharia, PCP-planejamento, PCP-controle e workflow, para serem utilizados por 25 usuários.

“O controle dos dados na ferramenta nos permite realizar as operações de forma eficaz e rápida. Além disso, a enorme variedade de possíveis relatórios e a possibilidade de criarmos e configurá-los da forma como quisermos, também nos chamou atenção", acrescenta Melloni.

(...) Fatores como investimento e custo-benefício também foram analisadas. “Não queríamos investir numa solução próxima ao que tínhamos. Estávamos buscando algo robusto e para um longo período, afinal o investimento não é baixo e errar na escolha pode ser desastroso para qualquer empresa, tanto financeiramente como operacionalmente, uma vez que mudança de software de ERP demanda muito tempo e trabalho da equipe de colaboradores envolvidos no projeto”, conclui Melloni.

Para o futuro, a empresa deseja implantar novos módulos que serão adquiridos para a busca de mais eficiência em outras rotinas não atendidas, como a área de pedidos web, por exemplo. 

A indústria, especializada na fabricação de banheiras de hidromassagem, peças industriais de fibra de vidro e aquecedores solares de água, conta com 170 funcionários entre todas empresas do grupo.